UM POUCO DE HISTÓRIA

Absorvidos pelas tarefas locais do processo de transformação política iniciado com a resolução do 25 de Abril de 1974, a maior parte dos membros da Comissão do Carnaval ficou sem tempo livre para a organização dos festejos carnavalescos. Por isso estes não se realizaram em 1976 e 1977.

Ressurgiram em 1978, novamente com Luís Marques à cabeça, mas com algumas diferenças em relação às edições anteriores. Os estudantes brasileiros deixaram de frequentar a Universidade de Coimbra e, como consequência obviamente não puderam mais participar nos festejos carnavalescos da Mealhada. Em sua substituição formaram-se alguns grupo de samba Mealhadenses, incipientes ainda, é certo, mas já, com a noção do essencial da técnica, da dinâmica e do espírito de samba.

Foi também neste ano que se acrescentou aos cortejos de Domingo e Terça-feira de Entrudo a chamada Festa do Vinho, com distribuição gratuita desta bebida aos espectadores dos cortejos, e foi rei do Carnaval, pela primeira vez, um actor de uma telenovela brasileira.

Esse actor era Jaime Barcelos, o “Dr. Ezequiel”, da telenovela Gabriela, em exibição no canal um da RTP. Como bom bebedor e folgazão a figura do Dr. Ezequiel adequava-se perfeitamente ao Carnaval da Bairrada e à festa do vinho que dele fazia parte.

O sucesso da presença deste artista deu animo à Comissão do Carnaval para assegurar a presença de outros actores nos festejos do Carnaval dos anos seguintes, prática que se vem mantendo até hoje.

Com o decorrer dos anos, o numero dos grupos de samba cresceu e cada um passou a dispor de mais componentes. Cresceu também a qualidade das suas interpretações musicais e coreografias, bem como o nível dos trajes que envergam.

O Ano Internacional da Criança, em 1979, fez nascer o Carnaval Infantil da Bairrada que já vai na sua décima sétima edição. Realiza-se todos os anos no Domingo Magro, com um cortejo de crianças e carros alegóricos próprios, e nele têm participado crianças de jardins de infância e escolas dos concelhos da Mealhada, Anadia, de Cantanhede, e de Coimbra. Houve um ano em que até tomou parte uma escola do Porto.

O Carnaval da Mealhada tomou forma, está enraizado na alma da gente Bairradina e é hoje um dos maiores festejos da Bairrada e da região centro de Portugal. Para isso, muito têm contribuído a dedicação e o esforço dos seus organizadores e participantes, agrupados, desde 1979, na Associação de Carnaval da Bairrada.

Na impossibilidade de aqui mencionar o nome de todos, destacamos, o seu principal dirigente: Luís Bernardino Marques.

SAIBA ONDE ESTAMOS

Associação do Carnaval da Bairrada
Rua Dr. José Cerveira Lebre, 90
3050 - 340 Mealhada
carnavalbairrada@gmail.com
+351 231 281 299

2 + 11 =